Início Covid 19 Conselheiro Lafaiete avança para onda amarela. Novas regras do Plano Minas Consciente...

Conselheiro Lafaiete avança para onda amarela. Novas regras do Plano Minas Consciente entram em vigor em agosto

760

As novas regras para o plano Minas Consciente que orienta a retomada segura e responsável da economia nos municípios foram lançadas pelo governador Romeu Zema nesta quarta-feira, 29/07. De acordo com informações do Governo do Estado o novo protocolo é resultado de uma consulta pública que teve como principal objetivo adequar as regras ao momento de platô da pandemia no estado, que indica estabilidade no número de novos casos e óbitos. Para definir as mudanças, também foi considerado o aumento do número de leitos de UTI na rede pública de Saúde nos últimos três meses.
A principal mudança foi na divisão dos estabelecimentos e atividades econômicas em ondas que antes eram quatro (verde, branca, amarela e vermelha) e foram reduzidas para três e invertidas as cores que as definem, passando para vermelha, amarela e verde.
As novas ondas do plano serão divididas da seguinte forma: Onda 1 – Vermelha – Serviços essenciais; Onda 2 – Amarela – Serviços não essenciais e Onda 3 – Verde – Serviços não essenciais com alto risco de contágio. Outras atividades não previstas nestas ondas terão regras específicas. Além desta alteração na divisão das ondas, o novo plano prevê um protocolo único de higiene e distanciamento, a ser cumprido por todas as empresas.
Para posicionamento no novo plano serão considerados os seguintes indicadores: taxa de Incidência COVID-19; taxa de Ocupação de leitos UTI Adulto; taxa de Ocupação por COVID-19; leitos por 100 mil habitantes; positividade atual RT-PCR; percentual de aumento da incidência e percentual de aumento da positividade dos exames PCR.
O Prefeito Mário Marcus anteriormente já havia solicitado por meio de videoconferência com a macrorregião de saúde alterações que contemplassem a situação de cada microrregião ou município, principalmente porque Lafaiete já havia reforçado sua rede de assistência à saúde e tinha baixo índice de ocupação de leitos. Já neste mês de julho, por ocasião da consulta pública criada pelo Governo do Estado e por meio de ofício à macrorregião de saúde o município reforçou suas solicitações de mudança, que foram atendidas na íntegra no novo plano.
Desta forma, a situação atual é que Lafaiete progrediu para a onda amarela (plano atual) e continuará seguindo os protocolos e a partir do próximo dia 6 de agosto, quando entra em vigor a nova definição das ondas no Minas Consciente, fará outra avaliação da situação e espera continuar avançando de acordo com o novo plano.
O Prefeito Mário Marcus reforça que, mesmo com a situação atual, de baixo índice de ocupação de leitos, o momento ainda não é de relaxamento, sendo de fundamental importância que empresários e população sigam rigorosamente as medidas sanitárias de higienização e distanciamento social com o objetivo de manter a doença sob controle e preservar a saúde e a vida das pessoas.