Início Destaque Encontro do CREAS discute medidas socioeducativas

Encontro do CREAS discute medidas socioeducativas

181

IMG_0579Com o tema “Medidas Socioeducativas em Meio Aberto – De quem é a responsabilidade?” foi realizado na tarde de ontem, 01/06, um encontro promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, por meio do CREAS – Centro Regional Especializado em assistência Social, com o objetivo de ampliar a rede de parcerias com as entidades governamentais e não governamentais para cumprimento de medida socioeducativa em meio aberto.
A abertura do evento contou com a participação do Prefeito Mário Marcus, Secretária de Desenvolvimento Social Magna Cupertino, Juiz da Vara da Infância e Juventude Dr. José Aluísio Neves da Silva, Promotora de Justiça Dra. Liliale Ferrarezi Fagundes e a Coordenadora do CREAS Vânia Maria da Costa Machado.
A Secretária de Desenvolvimento Social Magna Cupertino ao fazer a abertura do encontro agradeceu a presença de todos e relatou sobre o trabalho realizado pela Secretaria por meio do CREAS.
Ao se pronunciar a Promotora Dra. Liliale explicou como funciona a rede de proteção ao menor e como são aplicadas as medidas socioeducativas. Definiu qual o papel de cada ator da rede e como a sociedade pode e deve participar.
Dr. José Aluísio enfatizou em sua fala a relevância da realização deste encontro e ponderou sobre a situação do menor infrator em Conselheiro Lafaiete, dizendo que há anos vem crescendo este número e que é necessária a busca de uma opção para estas crianças e adolescentes. Ele frisou que a responsabilidade não é somente do poder público, mas de todos e enfatizou “o estado somos todos nós”. Ressaltou que a sociedade também é responsável no papel de proteger o menor e contribuir para conduzi-lo ao caminho do bem.
O Prefeito Mário Marcus parabenizou o CREAS pela iniciativa em trazer para o encontro esta discussão deste tema de tamanha relevância. Mário Marcus disse que conhece as dificuldades dos jovens e a falta de estrutura para os jovens. Sabe sobre o aumento da violência não só em Lafaiete como em todo estado e no país, com tantos jovens envolvidos com drogas. O prefeito destacou que tem buscado melhorias para a segurança no município. Tendo as polícias como parceiras da administração, tem cobrado ações intensivas nos bairros e centro. Informou que já esteve por duas vezes no comando das polícias no Governo do Estado, ocasião em que reivindicou o aumento do efetivo, de viaturas e equipamentos para que possam atuar com mais eficiência em toda a cidade e região. Enfatizou que a responsabilidade com os jovens não se limita apenas às autoridades e que este trabalho precisa começar na base. Para tanto, já solicitou ao Secretário de Educação, Moisés Matias, a implantação de um projeto educativo nas escolas que contribuam para que a criança e o jovem sejam preparados contra as armadilhas e a facilidade que surgem a fim de desviá-los para os caminhos que não desejamos, que possam leva-los a cometer infrações, que eles posam dizer não às drogas, à criminalidade e à violência. Acreditamos que a escola, juntamente com os pais bem orientados pela escola, Teremos sucesso nesta intervenção. “A administração municipal irá contribuir com o que for possível para diminuir a criminalidade, reintegrar da melhor maneira possível estes jovens para não repitam as infrações, tornando-se cidadãos de bem, cidadãos honestos. Contamos com a parceria de todos os setores da prefeitura e com sociedade em geral”, finalizou.
Em seguida a Psicóloga Aline Pacheco, proferiu a palestra sobre o tema do encontro. Um momento de muita informação e muito enriquecimento a todos os presentes. Ela abordou todas as questões, sociais e legais, que envolvem o trabalho com o menor e, sobretudo, destacou a importância de investir na prevenção oferendo às crianças e aos jovens outra opção de vida. Mostrou que isso só será possível por meio do envolvimento e contribuição do poder público e da sociedade em geral.
No encerramento a apresentação cultural ficou a cargo dos participantes da Oficina “Jovens Artistas” do CRAS unidade III orientados pela oficineira Jennifer.