Início Destaque Prefeitura esclarece declarações e anuncia construção de novo CCZ

Prefeitura esclarece declarações e anuncia construção de novo CCZ

845

Com respeito à declaração veiculada em diversos órgãos de imprensa, onde é afirmado que houve negativa por parte do executivo municipal em receber recursos para construção de uma clínica veterinária popular em Conselheiro Lafaiete, vimos a público informar que nunca houve por parte da administração municipal qualquer recusa em receber recursos advindos de emendas de deputados, independente de sua bandeira partidária, da esfera estadual ou federal.
O projeto apresentado pelo Dep. Estadual Osvaldo Lopes para construção da citada “clínica” foi debatido com profissionais e ativistas da área.
A construção, aparelhamento, contratação de pessoal, aquisição de insumos e manutenção geral de uma outra unidade de saúde representaria um gasto significativo para o município que tem responsabilidades orçamentárias e fiscais a cumprir, o que demandaria novos estudos e planejamento de viabilidade técnica e financeira, de forma a garantir, além da construção, a continuidade do atendimento completo e adequado a longo prazo.
Ressaltamos que a atual gestão tem investido em ações e obras que atendem à causa animal, tendo implantado o primeiro Centro de Castração Animal (CCA) do município e que já possui projeto para sua reforma e ampliação. Atualmente o CCA realiza mais de 400 cirurgias por mês, com atendimento totalmente gratuito e, ainda, realiza campanha de castração itinerante nas localidades rurais.
Além disso, já se encontra em fase avançada o projeto para a construção do novo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que será feito com recursos próprios, mais amplo e moderno, que propiciará aos animais uma assistência de excelência.
A causa animal sempre esteve na pauta da administração municipal, que mantém parceria com ONGs e associações que visam o cuidado e o bem estar dos animais, tendo o município, em consequência desta postura, conquistado, por dois anos consecutivos, premiação no concurso “Cidade Amiga dos Animais”, considerado o Prêmio Nobel da causa animal, organizado pela WAP (World Animal Protection).
Qualquer outra afirmação sobre recusa de recursos ou de diálogo nada mais é do que em nosso entendimento “infeliz” e destacamos que as portas da administração municipal sempre estiveram abertas ao acolhimento de propostas e envio de recursos para a implantação de projetos viáveis e que tenham a garantia da sustentabilidade dos benefícios oferecidos.