Prefeitura de Lafaiete está entre as 50 do Brasil na área de Desenvolvimento Social

481
0
Vagner-Valentino-e-secretária-Zilda-Helena-recebendo-a-premiação
Vagner Valentino e secretária Zilda Helena recebendo a premiação

A prefeitura de Conselheiro Lafaiete por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social está entre as 50 melhores do país. A secretaria foi agraciada com o prêmio “Responsabilidade Social 2015” no 9º Encontro Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social, organizado pela empresa Premium Brasil Group, em Salvador–BA, entre os dias 13 e 15/12.

As ações da Secretaria de Desenvolvimento Social voltadas para às  políticas públicas para criança e adolescente, à valorização da pessoa idosa, ampliação de atividades com oficineiros na proteção básica e especial, a realização de cursos de geração de renda às famílias de baixa renda e a promoção do Cadastramento Único (CadUnico), porta de entrada para os benefícios sociais, dentre eles o Programa Bolsa-Família foram alguns dos critérios analisados para o município ser um dos 50 melhores do país em responsabilidade social.

Dr. Ivar, Zilda e Darci Tavares

A secretária de Desenvolvimento Social, Zilda Helena dos Santos Vieira que participou do evento juntamente com o gerente de Promoção Humana do município, Vagner Valentino da Silva apresentou nos debates aos demais gestores e palestrantes um pouco do trabalho realizado em Conselheiro Lafaiete. Segundo ela, a premiação representa o compromisso do município com o desenvolvimento social e a promoção humana, tendo como foco acolher e incluir nas diversas atividades da secretaria.

Para o prefeito Ivar de Almeida Cerqueira Neto estar entre as 50 melhores gestões de assistência social do país é motivo de orgulho para o município. “Isso nos deixa muito feliz e reconhece o trabalho de humanização e justiça social desenvolvido de forma competente por toda equipe da secretaria”, disse Dr. Ivar.

Secretária-Zilda-discursando-durante-o-evento
Evento

Além da premiação durante 9º Encontro Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social também houve uma programação extensa com palestras dinâmicas, exposição de trabalhos, oficinas de ideias, relatos de experiências dos gestores municipais.