Campanha Janeiro Branco motiva a busca pelo equilíbrio em saúde mental

232
0

No decorrer deste mês, em alusão à campanha “Janeiro Branco”, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da equipe de Saúde Mental do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, alerta para os cuidados com a saúde mental.
A Coordenadora do CAPS III, Luciana Machado explica que o Janeiro Branco é uma campanha criada em 2014, dedicada a promoção da saúde mental e a prevenção ao adoecimento emocional. “Trata-se de um mês para repensarmos todo o nosso autocuidado e bem-estar, estamos iniciando um ano e é importante a gente fazer um balanço do que não foi legal, do que a gente pretende, então, por isso, que foi destinado janeiro para a gente fazer esta reflexão do que queremos para esse novo ano que está se iniciando e refletimos também sobre a nossa qualidade de vida e de relacionamentos interpessoais, da família, relacionamento com os colegas de trabalho, com filhos. O objetivo dessa campanha é levar a gente a compreender que a vida é feita de ciclos e devemos concluir aqueles que nos fazem bem iniciar um novo ano com novas metas, com novos propósitos de vida. Fazer perceber que cada ano que se inicia é uma nova oportunidade de fazer um sempre bem”.
Para o psicólogo Jefferson Batista o tema da campanha deste ano, “A vida pede equilíbrio”, nos leva a pensar como a gente pode buscar este equilíbrio na vida e ter uma boa saúde mental. “Este é o segredo da vida: o equilíbrio. O que é interessante nesta campanha é que nos leva a pensar o princípio do autoconhecimento, ninguém melhor para nos conhecermos do que nós mesmos, então a gente tem que pensar em relação a isso, o que nos faz sentir mal, o que nos faz bem e como convivermos com os dois lados. Precisamos aprender a mediar nossos próprios sentimentos, para que os problemas cotidianos não influenciem em nossos sentimentos, realmente é dosar as atitudes e os pensamentos. Saber aproveitar bem o tempo, dosar entre trabalho e lazer, compromissos profissionais e família, promover encontros com amigos, horas de lazer. Janeiro é um bom tempo para planejar, temos doze meses para pensar, repensar, dosar na medida certa e buscar o equilíbrio em nossa vida entre os deveres e o lazer. Há tempo para tudo”, explicou.

A equipe do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS está realizando ações internas com os usuários do serviço e já tem ação agendada, como informa a Enfermeira Renata Souza. “Vamos promover agora dia 18 de janeiro, as 8 horas, um encontro na Praça São Sebastião, realizado pelo CAPS infantil, com o objetivo de promover este tema que é tão importante”
Na oportunidade Renata fala sobre os serviços prestados no CAPS. “A Secretaria de Saúde mantém três Centros de Atenção Psicossocial aqui no município de Lafaiete, que é a referência para tratamento para pessoas adultas por meio do CAPS e por meio do CAPS transtorno mental que vai faz um trabalho com os usuários com transtornos mentais, psicoses, neuroses e demais quadros e temos também o CAPS infantil, que trata crianças e adolescentes até 18 anos. O CAPS funciona no São Dimas, sendo um serviço de portas abertas, a gente presta serviço com profissionais multidisciplinares e estamos à disposição para quem precisar do serviço, que é de qualidade e gratuito, à disposição para a população”, concluiu Renata.

Previous articlePrefeitura anuncia construção de nova escola no bairro Santa Cruz
Next articleArtesã lafaietense é premiada em concurso da UFSJ

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here